Dia Mundial das Redes Sociais: O social não acaba no Facebook

Na data em que se comemora mais um dia mundial das redes sociais, todos os olhos se viram, naturalmente, para a gigantesca rede de Zuckerberg. Com mais de 900 milhões de utilizadores, o Facebook pode ser a maior rede social do mundo mas está longe de ser a única.

No mundo online, há cada vez mais redes destinadas a utilizadores com interesses específicos: da gastronomia à moda, da solidariedade à maternidade, não faltam sites onde partilhar uma paixão, procurar informações e fazer «amigos».

Diz-me o que comes, dir-te-ei quem és

Sob o mote “For the love of food”, a Foodie foi lançada no início do ano e não é difícil perceber qual é o tema em destaque por aqui. A gastronomia está na moda, os chefs de cozinha são as novas estrelas de rock e a Foodie aproveitou a onda para lançar uma rede social onde os amantes da cozinha podem descobrir novos sabores, partilhar receitas e ainda encontrar restaurantes adequados aos seus gostos específicos. Com um design muito apelativo, o acesso pode ser feito a partir do login do Facebook, sem necessidade de convite.

Mas há outra rede que vale a pena pôr sobre a mesa: chama-se Untappd e é dedicada a todos aqueles que apreciam cerveja. O tema pode parecer demasiado limitado para servir de base a uma rede inteira mas a verdade é que, no “The Pub”, espaço que ocupa a página principal, as atualizações sobre quem está a beber o quê são constantes. Além disso, é possível descobrir quais as marcas de cerveja mais bem classificadas pelos utilizadores e adicioná-las a uma wish list. Uma rede destas tem especial sucesso, claro, nas suas versões móveis e está disponível para iPhone e Android.

Um por todos, todos por um

Fazer o bem também ficou mais fácil com o advento das redes sociais. Um dos exemplos é a Care2, uma rede social criada para “ajudar a tornar o mundo um sítio melhor”. Com cerca de 19 milhões de membros, a rede não é nova – pelo contrário, nasceu nos idos anos 90 – mas ganhou novo impulso à medida que cada vez mais gente se junta ao mundo social. Nela os membros podem divulgar e associar-se a diferentes causas, assinando petições, fazendo doações, inscrevendo-se para trabalho voluntário ou, simplesmente, partilhando histórias e dicas acerca de como viver melhor.

Outra rede apostada em transformar o mundo é a Wiser que conta com uma versão em português e tem mais de 70 mil membros. Apresentada como uma aldeia global para pessoas em busca de um mundo mais justo e sustentável, a rede incentiva os membros a partilharem soluções, recursos, trabalhos e eventos, de modo a que todos possam trabalhar, em conjunto, para melhorar as condições em todo o mundo. O site inclui ainda uma lista de oportunidades de emprego e voluntariado.

Para elas, para eles

Os sapatos, as saias, as camisas, os acessórios: a Pose é uma rede social assumidamente feminina onde as utilizadoras partilham aquilo que usam, inspirando e, ao mesmo tempo, procurando inspiração ao espreitar os looks que vão surgindo online. Para facilitar a tarefa, a rede permite que cada peça seja identificada com a marca ou loja onde foi adquirida, de modo a que as utilizadoras possam encontrá-la sem problemas.

Mas não são só as mulheres que dispõem de um espaço online exclusivo para elas: no Gentlemint, uma espécie de Pinterest para homens lançado no início de 2012, as imagens de gatinhos, vestidos e cupcakes estão banidas. Em vez disso há aviões, desportos radicais, filmes de ação e receitas, sim, mas com níveis de colesterol geralmente elevados, como instruções para cozinhar bifes gigantes, pizzas, tacos e outras ementas que tal.

Lar doce lar

Qualquer mãe sabe o difícil que é educar uma criança e como por vezes, a simples partilha de histórias, pode revelar-se preciosa. É esse o objetivo da CafeMom, uma rede social para mães onde as utilizadoras encontram artigos sobre a maternidade e, sobretudo, outras mães com quem falar e partilhar conselhos.

Outra parte fundamental da família são os animais de estimação. Não surpreende portanto que existam já duas redes sociais dedicadas em exclusivo, aos cães – Dogster – e gatos – Catster. Aqui os perfis são dos animais e não dos donos mas, como é pouco provável que os animais saibam utilizar a Internet, os artigos e grupos de discussão dirigem-se aos humanos.

Deixe aqui o seu comentario

Loading Facebook Comments ...

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

No Trackbacks.