Grécia pode ir à bancarrota em setembro

Caso o FMI cesse a ajuda à Grécia, o país grego voltará à moeda antiga, o dracma, o que poderá abalar gravemente toda a zona euro

Foi tornado público, este domingo, na edição online do semanário Der Spiegel, que o Fundo Monetário Internacional (FMI) tem a intenção de cessar as ajudas financeiras à Grécia. Se tal vier a suceder, o país poderá entrar em falência já em setembro.

Segundo a informação divulgada, que cita fontes diplomáticas de Bruxelas, o FMI já comunicou à União Europeia que não libertará mais dinheiro do programa de ajustamento financeiro negociado com Atenas. Refira-se que o Banco Central Europeu (BCE), a Comissão Europeia e o FMI encontram-se na capital grega para avaliar o cumprimento do memorando de entendimento.

Desde maio de 2010 até à data a Grécia recorreu a dois resgates financeiros, com um somátório de 240 mil milhões de euros, além do perdão de mais de 50 por cento da dívida dos credores. Contudo, a situação do país continua ser bastante grave. Vários especialistas afirmaram já que a Grécia não conseguirá até 2020 diminuir a sua dívida a 120 por cento do Produto Interno Bruto (PIB), sendo este o principal objetivo para o reequilibrio das finanças públicas gregas. No entanto o ministro das finaças alemão, Wolfgang Schauble garantiu ao mesmo meio de comunicação que o risco de um saída da Grécia da zona euro é considerado “controlável”.

Caso a «exigência» de Antonis Samaras, primeiro ministro grego, que visa o alargamento do tempo que a Grécia tem para cumprir os objetivos  traçados pelo memorando venha a acontecer, isso representará para a União Europeia e para o BCE um custo superior a 50 mil milhões de euros. A Finlândia e a Holanda tenham já se manisfestaram contra um novo emprestimo à Grécia.

Como forma de combate ao contágio da crise aos países da União Europeia, está previsto que entre em vigor, um Mecanismo de Estabilidade Europeu, que será analisado pelo Tribunal Constitucional  Alemão, a 12 de setembro.

3 thoughts on “Grécia pode ir à bancarrota em setembro

  1. Já agora, e isso vale apenas o que vale, também poderiam dizer que a Comissão Europeia já declarou que isto são apenas especulações,,,mas isso seria dar um tom positivo, o que não serve muito a quem gosta é de reportar as desgraças. Mas, assim, também poderiam dizer quem estará a seguir na calha se a Grécia cair.

  2. Presumo que sempre que mencionaram “milhões de euros” se referem a “milhares de milhões de euros”, porque o que está escrito nao faz qualquer sentido. Desde Maio de 2010 a Grécia recebeu de apoio internacional 40 milhões de contos? Isso mal dá para um hospital. Um erro destes é grave, corrijam lá isso.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>