Tecnologia

Inspeções são obrigatórias para os motociclos a partir de Agosto

Por  | 

Os motociclos superiores a 250cc serão inspecionados quatro anos após a primeira matrícula

No próximo mês todos os motociclos passam a estar sujeitos a um sistema de inspeções periódicas equivalente ao dos automóveis. Desde a promulgação da lei que toda a informação relativa aos espaços que realizarão as inspeções, assim como os aspetos a analisar, foram tornados públicos.

A legislação publicada esta quarta-feira em “Diário da Republica”, e promulgada no passado dia 5 de julho pelo Presidente da Republica, visa o alargamento do sistema de inspeções periódicas obrigatórias, para os motociclos com mais de 250 cc. A obrigatoriedade entra em vigor em agosto, sendo o Instituto da Mobilidade e dos Transpostes Terrestres, IMTT,  a entidade responsável.

No que diz respeito aos aspetos a serem avaliados, o regime de dificiências usado para os automóveis será o mesmo os motociclos com cilindrada superior a 250cc. Serão ainda vistoriados os sistemas mecânicos e eletrónicos do veículo de duas rodas, assim como as emissões do motor.

O sistema de inspeção é obrigatório após quatro anos da primeira matrícula, sendo depois necessária a apresentação de dois em dois anos, até o motociclo completar oito anos. Posteriormente o motociclo será sujeito a apresentação anual no centro de inspeção.

Loading Facebook Comments ...

66 Comments

  1. Luis Miguel Sousa

    12 de Julho de 2012 em 12:02

    Disparate completo. A minha opinião como motociclista, é que esta leiserve apenas para aumentar os rendimentos para alimentar esta máquina inutil e despesista chamada estado. Penso que todos os motociclistas se deverão reunir e forçar o governo a recuar.

  2. Vieira

    12 de Julho de 2012 em 12:08

    Mais uma medida para ir aos bolsos da malta
    A maioria das motos estão alteradas e vão ficar sem poder circular

  3. Semedo

    12 de Julho de 2012 em 14:30

    Esta lei é uma aberração! Só tem em vista mais dinheiro para o estado. Grande parte do acidentes com motociclos são provocados por motos de baixa cilindrada. Porque é que os “esticas” não têm de fazer inspeção também. Quais vão ser os critérios da inspeção? Quanto vai custar?

  4. Jp

    12 de Julho de 2012 em 15:17

    ……..è claro que esta medida só serve para encher os cofres do estado, e não a sinistralidade em portugal ,segundo um estudo europeu só 1 % dos acidentes são por falha mecanica…… e não refere a cilindrada

  5. jones!!

    12 de Julho de 2012 em 16:52

    MAIS UMA LEI PARVA PARA ENCHER OS BOLSOS DO GOVERNO… ESTOU COMPLETAMENTE DE ACORDO COM O LUIS MIGUEL SOUSA,ACHO QUE JÁ VAI SENDO ALTURA E UNIR FORÇAS E FAZER ALGUMA COISAS SE NÃO QUALQUER DIA ATÉ PARA IRMOS A CASA DE BANHO MAIS DE 3 VEZES POR DIA PAGAMOS IMPOSTO,E UMA VERGONHA,EM NENHUM,PAIS DA EUROPA EXISTE TANTA LEI ADJACENTE A MEIOS DE TRANSPORTES PESSOAIS…TENHAM VERGONHA E PAREM DE TIRAR A COISAS AS PESSOAS….

  6. fernando soares

    12 de Julho de 2012 em 20:57

    ok….inspeção….quem vai sentar na minha moto para fazer a inspeção ..algum” bimbo”…não me parece que eu deixe alguém sentar nela….e se o gajo cai…embora o seguro pague, qual vai ser a minha reação???????

  7. murta

    13 de Julho de 2012 em 10:27

    Não concordo com essas inspeções, é uma maneira de robar dinheiro, menos ainda de as 125 e 250cc ficarem de fora, façam as coisas como deve de ser sem palhaçada,ou desistam da ideia estupida, temos tanta fescalização na estrada ainda querem mais qualquer dia não podemos sair da porta de casa para fora, porque estará alquem á espera para cobrar algum imposto.

  8. Gonçalves

    13 de Julho de 2012 em 10:53

    e como vai ser com as motas de enduro e motocross que se encontram matriculadas? nem vale a pena lá ir,,, mas enfim

  9. jorge batista

    13 de Julho de 2012 em 13:05

    Continuamos a sustentar “chulos” desta sociedade………como se os motards não cuidasem das suas motas………..panhaçada completa

  10. fernando soares

    13 de Julho de 2012 em 20:32

    bons anos passaram……nessa altura em causa estava o chamado”” IMPOSTO de LUXO””
    ::::num dia chovoso eramos muitos a rodar em frente à assembleia da republica “”(das bananas) em protesto contra o referido imposto …..porque não agora ter a mesma atitude…?????…os culpados somos nós ….cravos no cano da espingarda…não resultou!!!!!!

  11. HC

    13 de Julho de 2012 em 22:26

    Percebo a revolta que causa na maioria dos Motard’s, não só pela despesa extra, que penso ser o unico ponto negativo já que tudo o resto são vantagens, haverá um controle maior as motas furtadas, deixa-se de ver as chapas de natricula com o modelo ao gosto do dono, algumas nem se vêm, escapes com niveis de decibeis bem acima das normas, volantes que alteram por completo a geometria da moto, etc etc ….

  12. jose carvalho

    14 de Julho de 2012 em 23:18

    ainda bem k vao fazer um controle de motos so tenho pena e as mais roubadas e as alteradas sao as 50cc e as 125cc k andam ai sem luzes e a fazer barulho incomodo e a poluir as cidades um motard k ande de moto de cilindrada tem mais cuidado e respeito,obrigado ao nosso governo estupido….pelo roubo k nos vai fazer,..

  13. fonseca

    14 de Julho de 2012 em 23:39

    Acho muito bem e já deveria ser efectuado há muito tempo. Eu se tiver a panela do carro rota ou o carro alterado e for mandado parar numa operação stop pago multa. As motas andam quase todas com escape livre, alteradas e muitas sem luzes e matrículas e não lhes acontece nada. Ó comem todos ou não come nenhum. As leis são para todos. Ó pensam que estão acima da lei ?!!!

    • Mickchain

      30 de Julho de 2012 em 18:09

      Até certo ponto dou-lhe razão, mas repare que secalhar o SENHOR com muitos outros aqui são capazes de pagar 30/40 € de selo para circular com o seu carro eos “MOTARDS” pagam valores acima dos 80/100 € para circular na mesma estrada, porquê ??? E nas auto-estradas sendo um veiculo mais pequeno e que até poluie menos, paga tanto de portagem como um CARRO???????????

    • Albuquerque

      9 de Agosto de 2012 em 15:15

      Pois caro senhor nem sabe que fala!!! e quanto um escape para um caro e por volta de 60€ para uma mota e de 600€ para cima material para motas e muito caro e não temos tantas alternativas como um carro .
      Para mim e mais uma pr pessoal fugir a policia pois maior parte das motas vai chumbar tudo nem que seja por gazes ja que maior parte das motas nao tem canalizador … vai ser giro vai

      • Santos

        29 de Agosto de 2012 em 15:57

        Não se preocupe com o.s gases..se a maquina for a mesma dos carros as motas passam todas =) as motas produzem muito pouco CO2..deviam era banir a porcaria das aceleras e outras motitas do tipo..essas sim são um perigo..’ai a minha BW dá 120..’ onde é que um cavalete tem estrutura para tal? Façam é inspecções para as motas abaixo dos 125cc..As outras já têm custos que metem medo..só quem tem mota é que percebe. E estou com pena da malta que tem motas mais antigas..onde vamos encontrar as peças caso não passe na inspecção?

  14. Alvaro Meireles

    15 de Julho de 2012 em 15:29

    Portugal vai ficar conhecido como o país dos ladrões é só roubar, com o país em crise lá vem mais uma despesa para o estado mamar…. para quem anda com escapes livres sem luz etc… não vai alterar nada é só preciso dar uns 10€ e fica com inspecção feita isso é o dinheiro que interessa não o estar acima da lei

  15. pjm

    15 de Julho de 2012 em 17:10

    Para mim é simples deixamos de ser cagarolas e ninguem vai!!!!………….

  16. pjm

    15 de Julho de 2012 em 17:15

    Mais acrescento eu pago 110 euros de selo e agora mais a inspeção ! todos unidos e ninguem vai…………..

    • CBR 600 FS

      16 de Julho de 2012 em 22:01

      Concordo pjm, mas não totalmente…Ninguém ir ficar-nos-á caro numa fiscalização, mas juntar a tua opinião a isto e isto é: aguentar uns meses e combinar com uns 50 ou 100 bros aparecer num só centro de inspeções, fazer uma fila de 30,40 ou 50 mts e quero ver a que hora fecham o centro de inspeções. E mais vou ser eu o próprio a perguntar se não querem ver o colete, o triangulo, os cintos, as escovas, a luz de marcha atrás, o farol de nevoeiro e uma parte muito importante: IR Á “FOSSA” PARA QUE O SR. INSPETOR VEJA TODAS AS BORRACHAS, FOLES, TRAVÃO DE MÃO, TUBAGENS DE ESCAPE, FOLGAS NA DIREÇÃO, FUGAS DE OLEO… O que achas pjm? Sim, porque para alguns uma moto é em tudo igual a um carro, MAS SÓ NOS IMPOSTOS OU MELHOR, PIOR AINDA! ACORDEM PARA A REALIDADE. TENHO MUITO ORGULHO EM SER PORTUGUÊS MAS CADA VEZ MAIS TENHO VERGONHA DE PORTUGAL :/

  17. Jorz

    15 de Julho de 2012 em 21:30

    Concordo que se façam inspecções com efeitos a partir da publicação da lei.
    Motas com matrícula a partir de Agosto seriam abrangidas pela nova lei todas as outras não de forma a que os proprietários pudessem continuar a circular até ao fim de vida da mota. Se a maior parte das motas está alterada é porque na altura se podia fazer. Mudar as regras a maio do Jogo parece-me mal

  18. Jorz

    15 de Julho de 2012 em 21:37

    Se o objectivo fosse a segurança primeiro começavam com as inspecções às vias em que os motards têm que circular considerando que os motociclos tamabém pagam IUC mas como é apenas mais uma forma de extorquir dinheiro vai chegar o dia em que se farão inspecções também aos sapatos. Quem tiver buracos na sola leva multa

  19. fernando soares

    16 de Julho de 2012 em 21:23

    O Sr.Fonseca…Trata taboa raza todos os motociclistas e motards …aceito que uma pequena maioria nem tão pouco deveria ter licença para andar de moto…mas dizer que todas as motos estão elegais ….pura palermice…..demonstra que tem frustação por não saber o que é um motard…..è daqueles que pensa que meio metro chega para a moto passar…então se vê um metro …deixa reduzir para metade….isto para dizer que uma moto paga mais impostos que um auto…classe 1….mas isso para o Sr.Fonseca não chega…..para Sr.Fonseca os motards e motociclista …(Devem Morrer) a pandeireta que o desloca..não tem sorte nenhuma…..mandem parar nas auto stops todos os motards..e reparem quantos estão elegais…….ò. Ò. Ò. Ò. Fonseca..não sabes o que dizes…..

  20. ducas

    18 de Julho de 2012 em 08:31

    as pessoas que ainda teem algum bem porra eu pago 132 euros da minha ducati pos xenon e agora tenho de tirar tenho ponteiras de carbono que paguei com iva e tudo e agora vou ter de tirar entao vou pedir o iva ao estado de 3400 euros

  21. duarte

    19 de Julho de 2012 em 14:51

    temos de alimentar esses gatunos que nos governam ate para pescar á cana já temos de pagar licença, os gatunos sao espertos ,enchem os bolsos e depois piram-se para paises africanos , viva portugal e seu gatunos

  22. JV

    20 de Julho de 2012 em 14:08

    Quanto a mim parece-me bem que exista algum tipo de controlo, porque as motos (e todos os veículos que circulam nas vias públicas) devem encontrar-se nas condições devidas, caso contrário apresentam-se como um risco para quem as conduz e para terceiros. Quando digo motos refiro-me a TODAS as motos, e não só ás com cilindrada superior a 250cc…
    Dito isto, há também que ser realista e ter noção que o parque de motos nacional se habituou ao longo de muitos anos a não ter de se submeter ás ditas inspecções, e como tal não se vai encontrar, de um dia para o outro, em condições de se submeter a um controlo rigoroso…
    Por isso penso que o nível de rigor exigido deveria ser gradual, sendo que nas motos mais antigas deveria ser dada importância às condições mecânicas e ciclisticas em que se encontra a moto, mas alguma tolerância a factores como o ruído, ou se os pneus têm um tamanho acima ou abaixo, etc…
    Caso contrário o que me parece que acontecerá é que vai haver um grande número de motos a circular sem IPO, e outras tantas passarão no IPO após serem todas reequipadas de origem, para logo de seguida serem re-artilhadas como estavam…

  23. Pedro

    22 de Julho de 2012 em 19:55

    Já se fala nisso á tanto tempo…Em agosto ????, devem estar malucos, ainda nem sequer foi aprovado na assembleia e estive a pesquisar o site do IMTT e não fala em nada, que fonte foi essa ??? Agosto é já daqui a 8 dias, não brinquem com isto…

    • Intruder

      3 de Agosto de 2012 em 11:31

      Mas olha que saiu em Diário da República de 11/07/2012

  24. JM

    22 de Julho de 2012 em 23:37

    Não concordo com essas inspeções, é uma maneira de roubar dinheiro, menos ainda de as 125 e 250cc ficarem de fora, façam as coisas como deve de ser sem brincadeira,ou desistam da ideia estupida, temos tanta fiscalização na estrada ainda querem mais qualquer dia não podemos sair da porta de casa para fora, porque estará alquem á espera para cobrar algum imposto. Qualquer dia até para ir á «cagadeira» temos que pagar imposto.

  25. Nuniko

    23 de Julho de 2012 em 15:40

    Acho que já estamos habituados a estas coisas de doutores da mula-russa que se apoderam do poder com tretas, beijos e bolos, pois é assim que se enganam os tolos. Pois bem, fala-se muita coisa, mas ainda continuamos a pagar portagens como os carros.. com menos 2 rodas veja-se bem a justiça deste pais. e a ver se não existem diferenças para todas as outras classes todas de veiculos… ! Assim como esses senhores não consegem ver a diferença de um curso superior tirado em 3 anos (agora)…e cursos tirados num dia, tambem não sabem a diferença entre 2 e 4 rodas, entre um peso de 1500 kg e 150 kg, talvez alguns saibam porque já tiveram de gatas debaixo de 150kg pelo menos. Bem, agora lembraram-se das inspecções < 250 cm, dá-me vontade de rir, são mesmo analfabetos e rodeiam-se de alguns engenheiros de almoçaradas de camarão, claro que amigos de longa data para inventar mais uma contribuição. Portugal no seu melhor……enfim.

    P.S. – http://www.youtube.com/watch?v=gNu5BBAdQec

    ele já sabia do que ia fazer, yessssssss…….

  26. visit

    23 de Julho de 2012 em 16:09

    é um fartar de vilanagem…

  27. Miguel

    26 de Julho de 2012 em 01:21

    Ontem fui levar um carro a fazer a inspeção e vi um decreto de lei não sei das quantas posto em lugar visivel para toda a gente que la fosse.
    Fui perguntar a um inspetor como iria ser o criterio e o modo de fazer a inspeção.
    O gajo(nabo) não me soube explicar quando só faltam 5 dias para entrar em pratica.
    Enfim estamos em Portugal.

    Já agora… as motos inferiores a 250cc tambem deveriam ir, essas e que davam EUROS ao estado.

  28. Luis

    27 de Julho de 2012 em 18:28

    Eu tive um MX5, de 1994, e um Sr técnico de um desses centros de inspecção, resolveu implicar com o farol de nevoeiro…. “Ó amigo, isto assim não pode passar…”… Eu respondi : Ah sim? Então assine sff com o seu nome bem legivel pois o carro está de origem desde que saiu do stand… O homem lá meio atrapalhado “rosnou” umas coisas mas não anotou nada…. É com cada um….

  29. João Santos

    28 de Julho de 2012 em 18:45

    Estou de acordo com esta medida pois visa a segurança dos condutores dos ciclomotores e por sua vez a segurança de todas as outras pessoas que circulam na estrada. tenho pena e não compreendo o porquê dos 250 cc na minha opinião deveriam ser todos os ciclomotores.

  30. tomé

    31 de Julho de 2012 em 19:25

    ja estive numa ilha inglesa e lá nem os carros teem inspeçoes obrigatorias e aqui é so por a mao ao nosso bolso enquanto havia dinheiro o presidente e o primeiro ministro e companhia fartaram se se comer o dinheiro dos portugueses agora estamos na merda e eles ainda gozam como gastar milhoes em submarinos lol podem nos atacar por todo o lado menos por mar lool

  31. vitor

    11 de Agosto de 2012 em 01:54

    Que tristesa…mais uma lei sem pés nem cabeça, andamos a suatentar miudos para se entreterem a fazer estes trabalhos e o que mais me revolta é o sr de Belem que assina tudo de cruz com uma idade daquelas já era para ter mais um pouquinho de massa disponivel!…

    Esta lei tem mesmo como intenção caçar o dinheirinho ao pessoal.

    Isto só lá vai á com uma organização de contra ataque a esta malta, podia dar grupos como exemplo mas como somos Portugueses será bom ser mesmo á nossa moda.”deve estar para muito breve eles estão a fazer tudo para que isso aconteca.!”

  32. david silva

    14 de Agosto de 2012 em 19:53

    Boas para mim faz muito sentido esta lei tendo em conta que andam por ai algumas aberrações que alguns chamam de mota. Mais uma vez é criada uma lei em Portugal “a pala” daqueles que julgam nao haver regras para nada e poem em causa a sua segurança e a dos outros. Eu como moto e automobilista nao tenho qualquer problema em levar os meus veiculos há inspecçao pois garantidamente passam. E respondendo ao comentario anterior a lei ja ha muito que existe em termos de alterações agora so foi criado mais um mecanismo para detectar irregularidades. Noutros paises da europa isso nao acontece mas tb nao vemos motas sem piscas sem espelhos retrovisores, etc. Para concluir se todos cumprirmos ng inventa nada para sacar dinheiro, nos Portugueses deitamo-nos na cama que fazemos.

    • paulo

      18 de Agosto de 2013 em 18:32

      pois não sr.david silva claro que noutros países não se vê motos a circular sem espelhos retrovisores, etc …. mas também não se vê todas as outras aberrações que se vê aqui a começar pela merda do ordenado que se ganha portanto o sr.não tem que criticar quem circula com a sua moto sem espelhos retrovisores pois tudo isto faz parte desta merda deste pais e da sociedade em que está inserido

  33. david silva

    14 de Agosto de 2012 em 19:59

    Alem disso esta lei tras muito pouco dinheiro ao estado ja que as empresas que fazem inspecções sao privadas e aquilo que entregam ao estado são parte dos lucros e iva sobre o valor real, para encaixar mais dinheiro como alguns dizem seria mais facil montar operações stop e multar os ilegais, pois ai sim o valor das coimas de certo nos tirava do buraco.

  34. Luis silva

    15 de Agosto de 2012 em 20:29

    Em desacordo total, que o estado crie uma equipa de autoridades competentes para uma fiscalizaçao relacionada com barulhos de escapes etç.. de acordo, e nao formas de roubar mais o zé povinho.

  35. Pereira

    24 de Agosto de 2012 em 06:37

    Afinal já alguem levou a moto á inspeção?

  36. olha

    3 de Setembro de 2012 em 10:28

    Todos sabemos que ha realmente algumas motos alteradas e estranhas , mas o que poe em perigo os outros nao sao as motos mas as atitudes…fiscalizem as atitudes dos muitos loucos, gostaria de saber se alguem consegue circular com uma moto de alta cilindrada sem travoes eficazes ou com pneus carecas sem aderencia… nao estou a ver…portanto é para sacar dinheiro sim senhor!!qual segurança, pensem em melhorar as estradas que teem lombas que quase levantamos voo quando se pisam , e buracos! além disso sabemos tambem que os carros na sua maioria sao inspecionados por 50 ou 70 euros , até podem levar um pneu de cada cor e os vidros nao abrirem …eu sei …foi o que paguei e vai ser assim com as motos ..alimentar a corrupçao e os cofres,se nao é do estado entao só os faz mais burros ainda e criadores de leis inuteis..esta lei vai aumentar as fugas à policia nas estradas , estou mesmo a ver os motards a pararem se estiver em risco a aprençao da mota …fuga alta velocidade…perigo! ahahahahah estupidos .. tolo de quem pensa que as inspeçoes vao estar todas em dia e que vai trazer algum rigor a isto

  37. manuel ferreira

    7 de Setembro de 2012 em 14:35

    Li aqui para cima uma opinião de um tal “SEMEDO”, e tal como a maioria da carneirada preocupou-se logo com aqueles que têm motos de baixa cilindrada em vez de organizar uma mega manifestação de motards e ir até lá baixo ao esgoto de Portugal fazer barulho com a sua ninja. “Vai estudar oh Semedo”

  38. jose mendes

    9 de Setembro de 2012 em 12:31

    Isto nao passa de uma falta de vergonha total da parte dos nossos politicos.Enquanto as pessoas lutão para melhorar a vida, vem uns senhores sem mural nenhuma e sem saber o que é trabalhar (se é que alguma vez fizeram alguma coisa digna desse nome) chegam com leis que não passa de um bocado de papel aspero e pior que a maior parte dos papeis higienicos e mesmo assim temos que comprir até um dia.

  39. ricardo

    9 de Setembro de 2012 em 18:55

    Proponho uma concentração de todas as cidades com TODOS OS MOTARDS (independentemente da mota e da cilindrada), a caminhar até Lisboa e mostrar que estão a abusar e que quem paga os ordenados dos chulos que fazem as leis e nos roubam somos nós! Chega de m**das, vamos mostrar que exigimos respeito, pois que eu saiba nenhum motard foi consultado para se fazer uma lei… sobre motas, continuamos na mesma não ouvem o povo e depois só fazem m**rda! Eu ponho a minha CRf 450 a cavalar até lisboa na boa! Vamos a eles!!!! Inspeções são precisas!!!… mas é no parlamento!!!!

    • figueiredo

      7 de Outubro de 2012 em 15:13

      estou completamente de acordo deveria mos juntar todos os motards e motoclubes a nivel navional e irmos ao parlamento demonstrar o nosso desagrado

  40. serodio

    11 de Setembro de 2012 em 13:54

    á mais uma maneira de sacar a massa ao zé, depois vêm as bicicletas e carroças, kkkkkkk ladrões

  41. rui

    12 de Setembro de 2012 em 12:30

    so ca em portugal sera que nos outros paises da uniao europeia as motos tanbem vao a inspeçao?o governo e que devia de fazer uma inspeçao ladroes

  42. jhesse

    17 de Setembro de 2012 em 22:53

    pois bem li os voxos desabafos , conclui qe mesmo com ou sem inspeçoes nas motas nada vai mudar apenas o bolso fica mais leve so isso , motas alteradas vao continuar, so temos q tar mais atentos á fiscalizaçao ou seja a bofia vais tirar partido deste assunto (inspeçao) entao eu sugiro qe estejamos mais atentos au jogo do gato e do rato é so passar a palavra ,quem localiza passa palavra e assim a coisa vai indo senao tamos ( F—D-S) . ATENÇAO QUEM VAI FATURAR ASERIO É A POLICE.
    se eles ja tinham o jeito de meter a maozinha agora vao com tudo para cima de nos ,quando sairem de casa pensem duas vezes .boa curvas .

  43. Vitima

    24 de Setembro de 2012 em 01:34

    Caro colegas motoqueiros não entendo uma coisa reduzem a rotunda do Marques do Pombal e dizem que assim reduz os automóveis no local e alivia a emissão de Co 2 e por contra partida não incentivam o uso de motocicletas é um pouco contraditório quando pessoas ligadas ao meio ambiente não reajam contra medidas como estas, eu uso minha mota para trabalho para poder poupar um pouco ao fim do mês mas sendo assim começo a não ver vantagem em andar de mota e sem falar no risco que corremos todos os dias mas é assim sempre somos vitimas do estado e é uma corrente que todos ganham estado finanças e policia e centro de inspecção pois como já relataram muitas motas então alteradas e aí mais um problema para quem ja não tem as peças de origem Tô sendo roubado e não tenho aonde reclamar kkkkkkkk (devíamos reunir a nivel nacional e protestar, Moto clube to esperando reação ) abraço

  44. Luis

    1 de Outubro de 2012 em 15:54

    Quem marca a data para nos reunirmos todos no Terreiro do Paço em protesto. alguém com mais experiência que eu, pois só tenho moto desde 2009.
    Abraço a todos os motares

  45. nelson

    1 de Outubro de 2012 em 20:55

    afinal já alguem foi a inspeçao?

  46. Carvalho

    3 de Outubro de 2012 em 04:50

    Sinceramente acho um absurdo essa inspecção mas muito mais absurdo inspeccionar motos clássicas com mais de 20 anos, quando se verifica que são motos de alguma raridade e de valor elevado. Por exemplo tenho uma Harley davidson de 1979 que foi toda personalizada nos U.S.A e se tivesse que a pôr de origem mais valia fujir. Não há condições. Isso vai dar M**** mas da grande. Temos de nos unir e fazer frente. Se o governo quer mandar que mandem no que é deles ou se quiserem que ajudem o povo comprando lhes as motos todas e depois fazem delas o que quiserem. ! Eu próprio sou funcionário do ministério da defesa e acreditam que apetece me dizer-lhes das boas. O POVO JÁ ESTÁ REVOLTADO. BASTA!

  47. R6

    18 de Outubro de 2012 em 18:22

    E os mata velhos? como vais ser? esses podem circular sem carta, se, inspeção etc… sinceramente é mesmo roubar ás claras.

  48. A.Silva

    25 de Outubro de 2012 em 20:37

    Como é que pensam fazer com as antigas para as quais já não existe peças de origem?

    Ok talvez essas possam usar peças não originais mas nesse caso que valor terá a inspecção?
    Eu concordo com uma inspecção irrisória onde seja por exemplo verificado o estado das luzes e o nivel de ruído do escape,e nada mais e se pague tipo 3 a 5 €.

    Tudo o resto como pneus,travões espelhos etc só potencialmete põe em risco o condutor,mais ninguem e será preciso ser grande nabo,não se esqueçam que o pára choques é o condutor por isso não é cá preciso incentivos a´segurança,deixem-se lá de tretas senhores dos carros k nunca andaram moto , pra quem o mundo só existe no seu campo de visão limitado e fazedores de lei cuja agenda é fazer guito a todo custo.
    As inspecções automóveis não tiveram qualquer impacto positivo no numero de acidentes por isso não venham com histórias da carochinha.
    Vão mas é inspecionar escolas de condução que não ensinam nada de jeito a nível de refelexos em situações de perigo como travar bruscamente em segurança.ou reacções automáticas como olhar para o retrovisor com frequencia .
    Agora inspecções!?
    -Façam inspecções ás estradas 1º
    eu mando alinhar a inspecção do meu carro e passado uma semana tá igual,é só lombas e buracos e depois chumba na insp.
    Enfim não dá pra viver aqui tá visto
    Fernando RD350YPVS

  49. Pedro

    15 de Novembro de 2012 em 21:19

    é uma vergonha…o estado tem de arranjar dinheiro e quer arranja-lo a todo o custo…portugal sinonimo de roubo e vergonha!!!

  50. motociclista

    23 de Dezembro de 2012 em 18:35

    quem devia de entrevir era as marcas pois sao eles k vendem e k kerem vender erao eles e que deviao de estar ne frente do governo deois os motares …. a dar apoio mas como isto e portugal o que adianta …..tenho muito gosto em ter mota pois tinha uma xt 600 e uma hornt 600 e tive de as vender pois para pagar mais 2 espeçoes nem pensar …. ja nao se pode curtir neste pais ,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,

  51. Manuel Jesus

    2 de Janeiro de 2013 em 22:34

    ja todos sabemos que iremos ser roubados so nos resta protestar vamos fazer uma concentracao junto ao parlamento e belem para acordar a queles filhod da p***. para ser era ja,mais uma coisa eu vou.

  52. Nuno Corvelo

    2 de Julho de 2013 em 23:13

    as scooters 50cc são obrigadas a fazer inspeção? lá no centro de inspeção disem quem sim mas aqui pelo que vejo é só a partir de 250 cc e agora tou na duvida se é obrigatorio ou nao

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

No Trackbacks.