Número de cartões de crédito aumenta

Cartão de crédito

A falta de acesso ao crédito levou a que muitos portugueses adquirissem cartões de crédito para saldar as despesas mais básicas.

A procura de cartões de crédito aumentou e só em 2011 os bancos concederam 811 mil cartões aos clientes. A finalidade destes cartões parece ter mudado, hoje não se usam mais para viagens e compras mas sim para pagar as despesas mais básicas como as contas de água, gás e luz.

Contrariando a tendência de 2009 e 2010, o número de cartões de crédito obtidos pelos clientes aumentou, afirma o Banco de Portugal. Este aumento faz com que existam tantos cartões de crédito como portugueses,  já são 10,1 milhões de cartões deste tipo em todo o país.

A opção por esta forma de pagamento justifica-se pela falta de acesso ao crédito, no entanto os juros rondam os 28% e é necessário pagar a anuidade do cartão.

“As pessoas estão a pedir mais cartões de crédito porque o crédito em geral tem diminuído substancialmente. E isto significa que, além das compras normais que já se faziam anteriormente, estes cartões servem hoje também para suprir necessidades, como pagar a água ou a luz, que antes eram supridas pelo crédito tradicional”, disse Filipa Moreira, do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, em declarações ao Diário Económico citadas pelo Público. A estudante afirmou ainda que os restantes segmentos de crédito às empresas e para consumo foram muito reduzidos.

De acordo com os dados fornecidos na sexta-feira pelo Banco de Portugal,  verifica-se que, em Maio, o volume total de crédito a particulares atingia os 137.521 milhões de euros – um valor 3% inferior ao que se registava no ano anterior. Desde Agosto de 2011 que a variação homóloga (relativa ao mesmo mês do ano anterior) é negativa, lê-se no Público.

Quanto ao crédito ao consumo - em quebra desde o início de 2010 - a redução foi de 8,6 %. Este segmento representa hoje pouco mais de 10% do total do crédito aos particulares. O grosso (81,5%) continua a ser o crédito a habitação.

Deixe o seu comentario

Loading Facebook Comments ...

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>