Ações do Facebook desvalorizam para metade do valor inicial

A entrada no mercado da bolsa de valores foi auspiciosa para o Facebook, garantindo à empresa o título de maior Oferta Pública Inicial entre os gigantes da tecnologia. Três meses depois o cenário é desfavorável e não existem previsões de melhorias.

As ações da maior rede social do mundo atingiram um novo mínimo histórico no dia 16 de agosto de 2012, data em que terminou o período de impedimento de venda de ações de investidores pré-IPO. A empresa desvalorizou 6,27 por cento no NASDAQ, para os 19,87 dólares – no dia a seguir as ações continuaram em trajetória descendente. Ao todo ficaram disponíveis para venda mais 271 milhões de ações detidas por empresas e privados que apostaram no Facebook antes da Oferta Inicial Pública em maio de 2012. A Microsoft era uma das entidades que detinha parte dessas ações, mas decidiu não colocar à venda qualquer título bolsista.

Este foi o primeiro de alguns períodos de lockout que a empresa terá que atravessar. Em novembro de 2012 acabará o período de impedimento que proíbe os funcionários da empresa que têm ações de as vender, o que vai acrescentar  quase mais dois mil milhões de ações aos cerca de 700 milhões já disponíveis para negócio. Por norma sempre que existe uma «liquidificação» no número de ações da empresa, o preço das ações sofre uma queda entre os cinco e dez por cento.

O próprio Mark Zuckerberg terá admitido que a performance das ações do Facebook tem sido “dolorosa” de assistir. As declarações surgiram durante uma reunião com os empregados em que o jovem milionário terá tentado dar uma injeção de moral a todos os trabalhadores, sabendo que também eles têm ações e que dado o cenário atual, poderão iniciar uma venda desenfreada de títulos em novembro. As informações foram reveladas por uma fonte próxima da reunião, acrescentando ainda que Zuckerberg garantiu que a imprensa e os analistas nada sabem sobre o futuro da empresa e que isso está a dificultar o desempenho da rede social na bolsa de valores. O fundador do Facebook terá ainda garantido que nos próximos seis a doze meses, os investimentos feitos pela empresa começarão a dar resultados.

No dia 17 de agosto de 2012, sexta-feira, as ações do FB fecharam a perder quatro por cento, valendo agora cada título 19,07 dólares. Um número bastante longe dos 38 dólares negociados inicialmente por cada ação, valor que no dia da IPO chegou aos 42 dólares por título. O valor capital total do Facebook desceu dos 105 mil milhões em maio, para os 43 mil milhões na terceira semana de agosto.

Deixe aqui o seu comentario

Loading Facebook Comments ...

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

No Trackbacks.